Prive Contos Eróticos - Confraternização de Fim de Ano com o primo

Especial – Feliz 2020 ! – Prive Contos Eróticos – Confraternização de Fim de Ano com o primo


Notice: Undefined index: tie_hide_meta in /home/pontodev/public_html/wp-content/themes/sahifa/framework/parts/meta-post.php on line 3

 
Boa noite, só para lembrar vocês de que esses contos são reais, ahahaha.
Aconteceu numa tarde no dia 3 de janeiro de 2011, estava eu, meu primo e mais alguns amigos em um salão de festas e como todos sabem, nessas festas o que não pode faltar é bebidas e muita conversa de sexo.
 
Só para constar, meu primo ele é um pouco saradinho, tem olhos azuis e cabelos loiros, sempre batia algumas pensando nele, mas na minha cabeça passava de que ele de certa forma não gostasse de homens.
 
Até que certa hora eu tirando onda com meu primo que já estava bêbado. Nós começamos a conversar sobre mulheres e de quantas ele tinha pego em algumas festas, foi quando eu comecei a zoar e puxar para o assunto do pau dele:
 
– Ah, mas será que pega tudo isso mesmo (ele tinha falado que tinha pego mais de 5 em um só dia), duvido que essa micharia pode fazer tudo isso, eu acho que não vai nem uma mulher direito. – Disse isso a ele e depois na brincadeira, peguei no pinto dele e fui buscar cerveja.
 
Ele ficou lá por uns tempos e depois me puxou de lado e disse que se eu queria ver o pau dele, já que estava duvidando, e eu mantive a minha postura por enquanto e disse que só estava brincando. Até que ele insistiu e olhei nos olhos dele e vi que não estava mais brincando e aceitei. Ele me puxou para um lugar que não tinha gente, de certa forma foi na cozinha, ele tirou aquele pau mole pra fora do short e só de estar mole vi que era grandinho e então ele disse:
 
– Viu como ele é, é que você não viu ele duro, mas se quiser pega nele.
 
Não pensei muito e peguei aquele pau e comecei a passar a minha mão e depois de deixar duro, nós demos uma disfarçada e ele me perguntou:
 
– E então, o que você achou?
 
E eu respondi brincando:
 
– É, não é grande coisa, dá até pra dar uma chupada.
 
Pra que eu disse isso, ele logo me pegou pelo braço e pediu então para eu chupar o pau dele, afinal ele já estava de pau duro e eu também queria, então juntei o útil ao agradável. Chupei aquela rola até ela ficar dura como pedra, e fiquei lá com ele na cozinha disfarçando, ora chupando ora passando a mão, pois algumas vezes tinha pessoas que apareciam.
 
Ficamos assim até o final da festa, quando só haviam duas pessoas e eles estavam mais pra frente de nossas vistas, deixando então o banheiro vago, então meu primo me chamou para ir ao banheiro junto com ele, pois me disse que não sairia de lá sem gozar na minha boca, atendendo a pedidos, chegamos la no banheiro e logo comecei a chupá-lo freneticamente, até porque tinha medo de alguns dos dois quererem usar o banheiro e estar interditado. Ahahaha
 
Fiquei lá por uns 10 minutos chupando e lambendo o pau dele, e ele não parava de forçar a minha cabeça contra o seu pau, e gemia cada vez mais, foi quando ele pegou a minha cabeça e afundou com tudo no pau dele, ele já não aguentara mais segurar e gozou tudo na minha boca, sentia vários jatos de porra quentinhos, engoli tudo.
 
Limpei o pau dele todo e ele me levantou e saímos do banheiro como se nada tivesse acontecido, ele pegou a moto dele para ir em bora e me falou:
 
– Eu gostei da sua chupada, mas um dia desses eu quero é comer o seu cuzinho.
 
E foi, mais tarde, bem a tarde, por volta das 23hrs ele me manda algumas mensagens, querendo marcar um encontro.
 

Mas isso eu falo no próximo conto.

Escritor:

 yue 

 

Mundo Mais 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

' , '
' ); ?>
' , '' ); ?>
Pular para o conteúdo Como usar o Gmail com leitores de tela 8 de 413 POP Caixa de entrada x Anexossex, 4 de out 12:57 para eu Área de anexos