Home / Prive Contos Eróticos / Prive Contos Eróticos – SADOMASOQUISTA SAFADO !

Prive Contos Eróticos – SADOMASOQUISTA SAFADO !

Olá galera, esse é meu segundo conto, o primeiro contei minha historia de amor entre eu e o Thiago no inicio da minha descoberta como gay.
Bom sempre fiquei me perguntando o que leva as pessoas a escreverem e relatarem seus contos, suas experiências sexuais… No meu caso é que é difícil contar pra um amigo, por mais amigo que seja as pessoas te criticam e sempre vão criticar… Bom mas deixando isso de lado, venho contar pra vocês uma parada bem bacana que ocorreu comigo mês passado ! ( novembro 2012 )
Eu não gosto de aceitar pessoas estranhas no meu facebook, mas esse carinha ( Guilherme ) ficava so curtindo todos os meus comentários e me cutucando ! ai ninguém é de ferro… comecei a puxar assunto com ele… depois de meia hora de conversa descobri que ele iria passar o fim de semana em uma casa de praia em uma praia vizinha que eu iria, combinamso de nos encontrar.
Na manha de sábado ao me preparar pra ir a casa de praia comemorar o aniversario da minha Irma, recebi uma mensagem .. era ele o Guilherme dizendo que já estava na praia, e que a noite marcaria um lugar pra nos encontrarmos. (Eu tenho 25 anos, Guilherme tem 32 )
A noite já estava meio bêbado quando resolvi ligar pra ele, Guilherme estava com voz estranha, parecia chateado com algo, disse que queria conversar com alguém e se fosse comigo seria melhor ainda, então meio que com medo pegui o carro e fui ao encontro do Guilherme,parei em um barzinho tentei sentar em um canto reservado onde não tivesse muitas pessoas ( já que poucos sabem da minha opção e não gosto de ficar mostrando o que sou gay pros 4 ventos )
15 minutos depois ele chegou… me ligou, informei o local onde estava, Nossa nem acreditei quando o vi, ele era muito charmoso, mas notei um olhar de tristeza.
– Olá Guilherme tudo bem ?
– agora ta melhor !
– rsrs cara o que aconteceu … senta ai, vamos tomar uma cerveja
– não quero, queria sair daqui, algumas pessoas me conhecem nestelocal.
– e onde você quer ir ?
– ficaria com medo de me seguir ?
– Acredito que não ! rsrs
– então me segue
Ele entrou no carro, eu entrei no meu e o segui… Entrei em algumas ladeiras, um canto estranho, nunca tinha visto apesar de morar por perto, ele parou em um morro … dava pra ver a lua por completo como se ela estivesse deitada no mar, dapra ver as luzes do farol, nossa o local muito bonito mesmo.
– cara que lugar lindo
– pois é eu costumava vir aqui com meu pai… ficávamos horas olhando o mar
– mas o que você tem ? você estava tão impolgado por esse fim de semana com sua família !
– eu preciso te contar algo, eu falei com você no facebook porque te acho muito atraente, mas não esta certo o que eu fiz, eu sou casado tenho dois filhos, aquele face que uso é falso, eu tive apenas uma relação com homens nos meus 18 anos e gostei, mas numa bebedeira acabei engravidando a pessoa que hoje é minha mulher então tive que ficar com ela, faze-la feliz, mas ultimamente eu que não sou feliz.
– Eu não sei nem o que te fizer sinceramente !
– eu so quero pedir desculpas por fazer você perder seu tempo, você parece ser um cara bacana, sempre companho suas coisas pelo face e tal, é muito querido pelos seus amigos.
-Não se preocupe comigo, eu vi aqui não com a inteção de ficar com você e sim de conhecelo, conversar !
– é cara a minha vida é complicada e eu sou mais ainda, nunca me permito a seguir meu coração, sempre a razão !
Conversamos meia hora sobre as coisas da vida, contei das minhas coisas ele contou das dele, então estava ficando bem tarde e a mulher dele ligava direto, ele se despediu e eu o abracei e o beijei no rosto e disse que o que ele precisasse poderia contar comigo.
Uma semana se passou, eu estava em casa sozinho quando meu telefone tocou era ele:
– onde você ta?
– estou em casa, o que foi ?
-bora sair ?
– pra onde ? o que você quer fazer… ?
– quero sentir o teu perfume denovo !
– você tem certeza ?e sua mulher ?
– ela acabou de viajar, passei a semana toda com seu cheiro em meus pensamentos, é mais forte do que eu!
– onde você quer ir ?
– motel !
Marcamos em um motel, ele chegou primeiro quando entrei, a cama estava coberta com petolas de rosa e ele estava na banheira, com uma taça de vinho. Guilherme era um homem bem estruturado financeiramente trabalhava no Bradesco, sentei prox a banheira ele ficou me olhando, se levantou e eu pude ver o belo corpo que ele tinha, estava nu, seu pau era grosso não muito grande, mas bem bonito.
Ele ligou o som e me chamou… dançamos colocado ele molhando toda minha roupa que aos poucos ia sendo tirada por ele, o engraçado de tudo era que parecia que nos conhecíamos a tempos, e ele era muito cordial no que fazia.
Estava so de cueca quando ele pegou na sua mochila uma venda e algemas, fiquei meio assustado mas deixei ser envolvido por ele. Ele vendou meus olhos me deixou de costas e colocou as algemas como se eu fosse um criminoso, fiquei totalmente preso enquanto ele tirava minha cueca com a boca, e passava algo em meu corpo que ardia e esquentava, ele assoprava e ficava mais quente ainda… senti a cabeça do seu pau nas minahs costas … senti cheiro de fumaça … ele começou a pingar vela nas minhas costas.. eu pedi pra ele parar, ele não parou tava doendo, percebi que ele se masturbava enquanto eu sentia dor,
Ele então me virou de frente, aumentou o som e tirou a venda dos meus olhos … ele estava totalmente cheio de cera de vela em seu corpo, ele pediu que eu realizasse seu fetiche.. ele amordaçou a boca dele, as algemas que estavam em mim agora estavam nele, e me deu um chicote, ele pedia pra apanhar quanto mais eu batia, mais ele gostava, eu tava com pena, pois a pele dele estava toda vermelha !
Pediu que eu o penetrasse… fiz ele me chupar, bati na cara dele, quanto mais eu batia nele mais o pau dele pulsava …. deixei ele de 4 , ele pediu que eu metesse de uma vez. Ele gritava de dor, meu pau entrou rasgando aquela bunda que ele dizia ser virgem ( mas que acho que era mentira )

Passamos a noite assim, ele cavagando em mim como uma puta… ontem nos encontramos mais uma vez, dessa vez eu o maltratei mais ainda, enquanto eu o comia de 4 eu dava murros em suas costas e ele gemia de dor… quando estava perto de gozzar… coloquei meu pau na boca dele e ele bebeu tudo ( adora gala )
Guilherme me liga direto… ele é mais que misterioso, não me diz onde mora, não sei em qual bairro ele mora, apesar de falar da mulher dos filhos, acho a historia da vida dele meia esquisita, afinal de contas ( como pode uma puta assim não ter tido nunca uma relação gay ? )



Escritor:

 joanlima 

About Menino do Rio

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

x

Check Also

Prive Contos Eróticos – Jorge, o servente de pedreiro que bagunçou minha cabeça

  Galera, esse conto é real e vai ser escrito em uma parte completa, assim ...