Bissexuais reclamam que são discriminados por héteros e gays

 

Em tempos de discussão sobre orgulho gay e orgulho 
hétero, 3% da população brasileira diz sofrer 
preconceito de ambos os lados.
São os bissexuais –mais de 5 milhões no país, segundo 
pesquisa Datafolha de 2009. Na próxima sexta, dia 23, 
eles vão comemorar o Dia do Orgulho Bissexual.
Um deles é Fábio*, 17. “Sinto atração pela beleza dos 
dois”, diz. “As mulheres são mais meigas e suaves, já 
os homens têm pegada forte, são mais rústicos.”
Como ele, a estudante de ciências sociais Maraiza 
Adami, 23, também é bi. Ela reclama: “Os héteros 
acham 
que ser bi é transitório ou promíscuo. Já os gays, 
principalmente dentro do movimento LGBT, acham 
quase uma agressão você ficar com alguém do sexo 
oposto.”
 
 
Especialistas em sexualidade tentam entender as razões 
do duplo preconceito. O psiquiatra Alexandre Saadeh, 
especialista em identidade sexual do Hospital das C
línicas, lembra que é muito comum que a 
bissexualidade seja vista como uma fase anterior à 
confirmação da homossexualidade.
A bissexual Daniela Furtado, 24, com seu 
namorado Danilo Milhiorança, 25, heterossexual
Esse mito incomoda tanto Ilana Falci, 21, de Belo 
Horizonte, que ela quer editar um vídeo com vários 
bissexuais dando o seu depoimento. “O bi não é uma 
pessoa em dúvida”, diz ela. “Não precisa decidir se 
gosta mais de homens ou de mulheres.”
O projeto de Ilana se chama “Sou Visível”. É possível 
encontrar mais informação sobre ele em bisides.com.
Esse site foi criado por outra bissexual, a estudante de 
secretariado executivo Daniela Furtado, 24. Um dos 
seus objetivos é utilizar a página para discutir como 
lutar 
contra o que ela chama de “bifobia”.
Os participantes do site reclamam que, apesar da sigla 
LGBT incluir os bissexuais, gays e lésbicas “negam 
lugar” a eles no movimento. “Eles se sentem no direito 
de nos olhar com desconfiança”, diz um dos textos. 
“Então eu pergunto: o que gays e lésbicas propõem que 
nós façamos quando o sexo de quem amamos é 
diferente do nosso?”
Daniela já namorou tanto meninas quanto meninos. 
Atualmente, está há três anos com Danilo Milhiorança, 
25, que é heterossexual.
“Ela foi muito honesta comigo e sempre me fez sentir 
seguro, então está tudo certo”, diz o rapaz.
 
Entre os bissexuais famosos, estão os cantores David 
Bowie e Lady Gaga, o vocalista do Green Day, Billie Joe 
Armstrong, e as atrizes Megan Fox e Angelina Jolie.
ALGO CURIOSO
Nem todo mundo, porém, é tão convicto da sua 
bissexualidade quanto esses famosos. E não há nada 
de errado nisso, diz Maria Helena Vilela, educadora 
sexual 
e diretora do instituto Kaplan, que faz estudos sobre 
sexualidade.
Na adolescência, afirma, é comum a confusão entre 
admiração e tesão. Muitos jovens, então, acabam tendo 
experiências com o mesmo sexo, com amigos, por 
exemplo.
Mas isso não necessariamente os faz homo ou 
bissexuais, já que a identidade só é completamente 
estabelecida na fase adulta.
“Os adolescentes têm hormônios saindo pelos ouvidos 
e maior disponibilidade para o sexo, então é mais 
complicado separar a curiosidade”, explica Saadeh.

Mundo Mais 

 

About Menino do Rio

Verifique também

Caiu na Net » Fotos do ator das telenovelas mexicanas Juan Vidal pelado

  Caiu na Net » Fotos do ator  das telenovelas mexicanas Juan Vidal pelado   a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.