Prive Contos Eróticos – Casado que foi Enrabado no Meio do Mato

 
O que relato aqui aconteceu de verdade.
Sou um cara casado amo minha esposa e vivo uma vida normal ao lado dela. um dia estava vendo uns filmes pornos que um amigo havia emprestado, notei que havia um de gays, então resolvi assisti-lo. um negro com um caralho enorme comia o cu de um garoto que por sua vez chupava o pau de um cara careca bem dotado. confesso que fiquei excitado com a cena e quase gozei me imaginando no lugar daquele garoto.
Numa manhã, resolvi dar uma volta num parque próximo ao meu bairro com minha bike, aproveitando o fato de estar de férias e minha esposa trabalhando. como era dia de semana o parque estava completamente deserto, então amarrei a bike na entrada e fui dar uma voltinha por uma trilha de mata fechada. após 10 minutos de caminhada vi um homem parado no caminho ele estava sem camisa e uma de suas mãos enfiada na parte da frente da calça, ao passar por ele notei que sua calça estava desabotoada e ziper estava aberto. continuei andando mas fiquei imaginando a cena e isso mexeu comigo, resolvi então voltar, mas antes tive a idéia de fazer uma provocação puxei meu short de ciclista para cima até; ficar bem entalado no meu rabo (que diga-se de passagem é bem carnudo), passei de novo pelo cara então percebi que ele começou a me seguir, fiquei tremulo e minhas pernas ficaram fracas. 
O meu tesão era tão grande que resolvi continuar, então entrei pela mata a dentro por uma trilha secundária, olhei discretamente e o cara ainda me seguia. parei de costa e comecei olhar para o alto como se estivesse observando os passaros, derrepente senti uma mão apaupando minha bunda, tremi de novo e não esbocei reação, então ele me encoxou, senti um pau duro pressionando minha bunda, num empulso virei e apalpei seu pau por cima da calça e sem dizer uma só palavra fiqueide joelho.Abaixei sua calça, sua cueca e peguei seu pau com as duas mãos. bati uma punheta e comecei a chupar o saco dele, fui subindo com a lingua até; chegar à glande, então abocanhei de vez aquele cacete. por ser a primeira vez que fazia aquilo me surpreendi pelo fato de estar gostando de chupar um pau. ele então falou que queria comer meu cú, fiquei com medo e tentei desconversar dizendoque não tinha camisinha, ele mais que depressa pegou uma no bolso da calça, tentei argumentar que nunca tinha feito aquilo e que tinha muito receio, mas ele insistiu dizendo que só iria até onde eu quizesse.Meu tesão era tão grande que resolvi ceder, ele pediu mais um boquete e foi prontamente atendido, baixei meu short e fiquei de quatro, achei que ele iria introduzir o dedo no meu cúmas ele encostou a cabeça do pau e começou a forçar, senti uma dor terrivel tentei gritar mas ele tapou minha boca, respirei fundo e fiquei imóvel, então senti a cabeça do seu pau deslizar para dentro como se estivesse me rasgando, aquilo queimava, ardia, mas eu estava achando bom e não reagi mais, fui sentindo cada centimetro daquele pau grosso e grande,que deveria ter uns 18 cm sendo enfiado no meu cuzinho virgem. derrepente senti seus pentelhos encostarem na minha bunda, então ele começou um vai e vem frenético, eu não me contive e comecei a gemer baixinho, mandando ele meter mais e mais. ele começou a me chamar de putinha de vadia, me dando tapas na bunda, gozei sem nem tocar no meu pau, ao mesmo tempo ele acelerava os movimento urrando e me chamando de gostosa, senti seu pau inchando dentro de mim, então despejou uma quantidade imensa de porra dentro de mim ficando depois grudado até o talo na minha bunda por alguns minutos.
foi uma esperiência inesquecivel, espero um dia ainda poder repeti-la.

Fonte: clubdoscasados

About Menino do Rio

Verifique também

Prive Contos Eróticos – Hétero Bêbado é Foda

  Bom hoje vou contar como meu amigo hétero convicto se rendeu aos prazeres carnais  …

3 comments

  1. Aí que delícia, hoje eu também levantei cedinho cheia de tesão querendo da o cú no parque ecológico do Tietê. Fui de saia sem calcinha. Aí que manhã Boa para fude no parque. Com aqueles vestiários abandonados. Eu também quero gozar muito no parque é uma fantasia minha desde de criança. Quando eu ia no parque imaginava no banheiro nos brinquedos. Uma vez no escorregador os meninos pararam a mão no meu rabo. Eu fiquei louca, mas não consegui fazer nada. O tempo passou e hoje estou divorvciada e querendo dá muito. Tudo o que eu não pude fazer. Hoje eu fiz apenas uma pesquisa de campo, amanhã vou voltar no parque queeo chupar muito um pau bem grande e dá para dois. Lá tem muito macho sarado, um só não vai dar conta. Eu quero fude meu cú e minha buceta e se aparecer o terceiro eu chupo também na hora da foda. No final e quero os machos tudo gozando nos meus peitos. Até os guardas do parque são tesudos, quando eu cheguei já me deram bom dia. Fiquei toda molhadinha imaginando uma trepada na guarita. Aí o parque é muito bom para dar fiquei imaginando dentro do carro, nos matos, enfim, tô pronta SAFADA É GOSTOSA.

    • Rogério dos santos Silva

      Oi Sabrina eu adoraria comer o seu cuzinho no parque sou da cidade Tiradentes me chama no zap pra gente marcar 960442084 Rogério bjs tesão

  2. Oi Sabrina eu adoraria comer o seu cuzinho no parque sou da cidade Tiradentes me chama no zap pra gente marcar 960442084 Rogério bjs tesão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.